Antigos, genuínos e deliciosos produtos de criação portuguesa

Ouro de Travassos

A história da extraordinária ourivesaria minhota confunde-se com a de Travassos, perto da Póvoa do Lanhoso, uma “aldeia-oficina” na qual todas as famílias estão ou estiveram ligadas à actividade da ourivesaria e onde se afirma, com base num saber contado, que aqui “nasceu a ourivesaria em Portugal”. Apesar da crescente industrialização do trabalho do ouro, persistem ainda cerca de 40 oficinas tradicionais, que herdaram o saber e a arte que reluzem nas peças tradicionais: os brincos de bambolina, as argolas de requife, as contas olho de perdiz, as laças, as borboletas, as ingénuas medalhas de dizeres e, claro, os típicos e opulentos corações de filigrana. Não esquecendo o soberbo trancelim de lantejoulas de ouro, há 2.000 anos assim fabricado em Portugal. As peças de ourivesaria seleccionadas por A Vida Portuguesa vêm do Museu do Ouro de Travassos, exemplar projecto de memória e estímulo da ourivesaria minhota.

Fotos da Wikipedia

Cesto de Compras

Ainda não tem produtos no cesto de compras!