Portes grátis, acima de 50€ para Portugal Continental
0
Catálogo de Natal 2023
PT / EN

Pesquisa

Um amor por um cesto português

Jane Birkin foi uma das musas intemporais da moda. Criou tendências que marcaram uma época. Ensinou-nos a usar o estilo prairie francês nos anos 70, quando conquistou os paparazzi com o então parceiro, Serge Gainsbourg. Contudo, curiosamente em quase todas as fotografias da altura havia um objeto que se destacava mais do que qualquer outro: um cesto de cana com tampo do Algarve. 

Jane levava-o para todo o lado: para sets de gravação, para Cannes quando ia passar férias com a família, ou até mesmo como segunda mala para viajar de França para o Japão. Era até uma peça que facilitava o guarda-roupa, uma vez que não tinha necessidade de incluir outro acessório de destaque. Aquele cesto era o acessório. Na maior parte das vezes, Jane usava-o como complemento para um roupa descontraída, com uma calças de ganga largas e uma camisa branca básica. Mas até foi fotografada com o cesto no antebraço em eventos mais glamorosos como uma estreia em Cannes ou galas quando o código de vestuário pedia um vestido. 

Ao usar o cesto diariamente, Jane imortalizou-o. Hoje, verão após verão lembramo-nos dele e da sua beleza e utilidade. Em Portugal, o cesto continua a ser produzido tradicionalmente nas margens do Guadiana. São feitos de canas que mãos vigorosas e sabedoras entrelaçam para os fazer. De objecto utilitário, indispensável no dia-a-dia do Algarve e do Baixo Alentejo, o cesto de cana com tampa passou a ser sinónimo de estilo e originalidade.

Encontre este e outros cestos tradicionais portugueses na nossa loja Depozito.