Antigos, genuínos e deliciosos produtos de criação portuguesa

0
Descarregar Guia de Presentes 20-21
PT / EN

Pesquisa

O Design Possível. Eduardo Afonso Dias, 50 anos de profissão | Mude

22.00
Adicionar à lista de desejos
Restam poucos items em stock!

Catálogo de exposição:
O Design Possível. Eduardo Afonso Dias, 50 anos de profissão (17 Abr. 2014 > 06 Jul. 2014)

Sobre a exposição:
"Muitos visitantes vão reconhecer como familiares vários dos faqueiros, das peças de cutelaria e dos recipientes, faianças ou utensílios em exposição. Produzidos em série e comercializados em vários mercados, modificaram mentalidades, hábitos e comportamentos. Hoje, são registo de um tempo de mudança: os primeiros anos de vida democrática, após o 25 de abril de 1974, e as duas décadas seguintes, marcadas pela adesão de Portugal à Comunidade Económica Europeia e pelas profundas transformações políticas e económicas que a sociedade portuguesa viveu. Autor de uma obra vasta e diversa que cobre do design de interiores ao design gráfico, do design expositivo ao desenho de equipamentos e utensílios, Eduardo Afonso Dias é detentor de uma inteligência prática e imaginação construtiva, tal como o via Daciano da Costa. Mais de 500 produtos foram desenhados, redesenhados e comercializados por si, tendo sido comercializados pela Europa, com destaque para a Escandinávia, Estados Unidos, Canadá e Austrália.

Fruto de 50 anos de profissão, Eduardo Afonso Dias conhece, como poucos, o tecido empresarial português. Sempre defendeu que a diferenciação e excelência dos produtos, aliadas a uma articulada estratégia de comunicação, marketing, venda e distribuição dos mesmos era o único caminho possível para a plena e sólida afirmação da economia portuguesa. Mediu o pulso à realidade das empresas e empresários nacionais, conheceu os mercados externos, procurando potencializar os saberes existentes em cada empresa, com pragmatismo, sentido de oportunidade, singular capacidade de risco, alguns dotes de persuasão e uma dose de intuição. Fundou cooperativas, formou equipas e empresas, viajou pelo país fora e pelo estrangeiro, em nome do que acreditava ser o papel fundamental do design na modernização e desenvolvimento de um povo e de um país. Longe de qualquer tendência formalista ou intenção teórica, Eduardo Afonso Dias foi fiel a si próprio e ao seu entendimento de design industrial, mesmo quando os caminhos apontavam para o desenvolvimento de um design de autor.

A expressão que tantas vezes repetiu ao longo da sua vida, e que naturalmente só podia ser o título desta exposição – o design possível, registada por Fernando Assis Pacheco, em 1984 – expressa o sentido eminentemente prático e operativo que o distinguiu. Conhecer a sua obra é reconhecer um design humanista, o que nos leva à fotografia e à sua galeria de rostos, conhecidos ou anónimos, paisagens, lugares, objetos, artefactos e ofícios, onde procura perspetivas insólitas e planos cinematográficos.

Uma das grandes referências do design português, o seu percurso e obra são também uma metáfora das potencialidades, vicissitudes e mal-entendidos do design no nosso país ao longo dos últimos 50 anos."

Conceção e coordenação editorial Bárbara Coutinho, Paula Guimarães
Texto institucional Catarina Vaz Pinto
Ensaios Bárbara Coutinho, Fernando Conduto, José Brandão, Maria Helena Souto, Fernando Moreira da Silva Entrevista Eduardo Afonso Dias Rui Carreto
Design gráfico Paula Guimarães

Edição: MUDE
Idioma: bilingue Português / Inglês.
Páginas: 272, capa dura.
Dimensões: 21 x 15 x 2,5 cm.