Antigos, genuínos e deliciosos produtos de criação portuguesa

F.A.Q.

Porquê o nome A Vida Portuguesa?

Porque a loja reúne produtos antigos, genuínos e deliciosos de criação nacional. Produtos que reflectem a história, a cultura e os hábitos da vida de todos os dias de uma nação. A portuguesa, pois claro.

Como nasceu a ideia para a loja?

A jornalista Catarina Portas andava alegremente entretida a fazer pesquisa sobre marcas antigas portuguesas para uma reportagem como tantas outras. Quando percebeu que algumas dessas marcas corriam o risco de desaparecer, decidiu que não queria viver sem elas e reuniu-as, primeiro em caixas temáticas, depois numa loja do Chiado. E nem sonhava que ainda haveriam de se seguir uma no Porto e outra online…

Quer isso dizer que este é um projecto saudosista?

Nada disso. Este projecto não é sobre saudade mas sobre identidade. Estes produtos são únicos no mundo, e revelam, de forma surpreendente e arrebatadora, muitos dos traços do povo que fomos, somos e (muito provavelmente) continuaremos a ser.

Acreditam mesmo que há futuro para as marcas antigas?

Absolutamente. Porque são produtos de qualidade testada e comprovada, ou não teriam dado tanta alegria a tantas gerações. Porque são marcas que souberam reter o charme dos seus rótulos antigos e continuam a apostar num saber fazer único e intemporal.

E o que é que vendem, para além de sabonetes?

De tudo um pouco, há milhentos produtos organizados em várias secções: perfumaria, papelaria, livraria, ourivesaria, mercearia, drogaria, artesanato e brinquedos. É favor entrar e bisbilhotar, há muito por onde escolher.

Então os vossos clientes não são só velhotes…

Por ser tão local, A Vida Portuguesa criou apetência global. É tão amplamente democrática como os produtos que vende: atende portugueses e estrangeiros, novos e velhos, pobres e ricos, modernos e conservadores. E tem imenso orgulho nisso.

Porquê esta fixação com a andorinha?

Não nos deixamos convencer pelo galo de Barcelos, um símbolo imposto à força. As andorinhas, essas (e em particular os belíssimos exemplares que o génio do Bordalo Pinheiro criou) caíram mesmo no goto popular, omnipresentes a decorar fachadas, varandas e interiores em todo o país. A identificar uma casa portuguesa, com certeza.

Qual é o produto mais vendido n’ A Vida Portuguesa?

A sombrinha de chocolate Regina. Porque toda a gente gosta de chocolate, ainda para mais recheado de lembranças deliciosas. Mas é seguida de muito perto pelos sabonetes Confiança, a lavanda Ach. Brito, a pasta Couto, o creme para as mãos Alantoíne, o lápis Tabuada da Viarco, o rapa e o pião, os chocolates Arcádia e, claro, as andorinhas.

E porque é que desataram a criar produtos novos?

Muito sinceramente, porque é das coisas mais divertidas que há para fazer. Porque temos parceiros de excepção como a Ach. Brito, a Viarco ou a Emílio Braga a alinhar connosco. Porque não temos vontade de parar no tempo e acreditamos que podemos (e devemos) dar um contributo na recuperação e/ou recriação de produtos que também são símbolos da nação. Se quiserem, porque vemos o presente como uma mistura inteligente de passado e futuro.

Cesto de Compras

Ainda não tem produtos no cesto de compras!