Antigos, genuínos e deliciosos produtos de criação portuguesa

0
PT / EN

Pesquisa

Um jantar de escritores | Colares Editora

17.00
Adicionar à lista de desejos

Quem é que se atreve a fritar batatas com a garantia da qualidade das mãos do grande prosador Ramalho Ortigão? Quem prepara umas perdizes como o grande Fialho de Almeida ou Bulhão Pato e se atreve a dizer - e com razão - que as ameijoas à sua maneira, afinal, são da autoria de um grande cozinheiro chamado João da Matta? Quem era tão magrinho como Eça e falava tanto da paparoca como ele? Já Camilo punha altares ao caldo verde e às tripas, que Fernando Pessoa só as conhecia de longe! Júlio César Machado punha o seu barrete de cozinheiro para fazer uma caldeirada de truz... Wenceslau de Moraes trata do chá e Camilo serve o café. Estão a ver Garrett com um ananás na mão?

O autor José Viale Moutinho cumpre aqui mais uma vez o seu talento inventivo de escritor e a sua competência de incorrigível gastrónomo.

A original ilustração da capa é de Fedra Santos.

José Viale Coutinho nasceu no Funchal, em 1945. Jornalista e escritor, tem várias obras editadas, algumas delas traduzidas nas mais diversas línguas, como o russo, búlgaro, castelhano, alemão, italiano, catalão, asturiano e galego. Estreou-se em 1968 com a novela Natureza Morta Iluminada. Foi diretor da Associação Portuguesa de Escritores, da Sociedade Portuguesa de Antropologia e Etnologia, do Círculo de Cultura Teatral e presidente da Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto. É sócio do Pen Clube Português, da Academia de Letras de Campos de Jordão (Brasil) e membro honorário da Real Academia Galega. Autor de cerca de meia centena de livros para crianças, bem como de trabalhos nas áreas de investigação de Literatura Popular, da Guerra Civil de Espanha e da deportação espanhola nos campos de concentração nazis, bem como de estudos sobre Camilo e Trindade Coelho. Ficcionista e poeta, recebeu, entre outros: Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco/ APE, Prémio Edmundo de Bettencourt de Conto e de Poesia, Prémios de Reportagem Kopke, Norberto Lopes/Casa da Imprensa de Lisboa e El Adelanto (Salamanca); Pedrón de Honra (Santiago de Compostela). Traduções em castelhano, galego, catalão, italiano, alemão, russo, esloveno, búlgaro, asturiano, entre outros idiomas.

Autor: José Viale Coutinho.
Edição: Colares Editora.
Idioma: Português.
Páginas: n.d., capa mole.
Dimensões: 15,5 x 22,5 x 1 cm.
Peso: 280 g.